MOOCHACHO MAGAZINE

Buscar

Por que é comemorado o día de los muertos no México?

Entenda como funciona o maior ritual festivo do México!



Pode parecer estranho para nós brasileiros festejar em um dia dedicado as pessoas que já não estão mais entre nós, mas esse não é o caso dos mexicanos. Quer saber mais como surgiram as festividades de "Día de los muertos"? Vem com nós que te contamos logo abaixo:


Uma tradição ancestral com pitadas de colonização


Muito antes dos espanhóis invadirem e colonizarem o país, o território mexicano era composto por diferentes grupos étnicos, que formavam juntos uma unidade conhecida como civilização Asteca (1300 a 1521). Durante o período pré-colonização os Astecas eram politeístas, ou seja, sua crença religiosa era pautada em múltiplas divindades sendo uma dessas conhecida como "Mictecacihuatl", a Deusa da morte. O papel de Mictecacihuatl é de zelar pelos ossos dos mortos, já que de acordo com a tradição, acreditava-se na morte como uma fase do ciclo eterno da vida (e não como um fim). O zelo pelos ossos dos mortos não era ao acaso, pois essa preservação aliada com a preservação da memória pelos que ainda estavam na terra, estes corpos recebiam a permissão divina para visitar amigos e parentes em um determinado período do ano e aproveitarem assim, mais uma vez os prazeres da vida.



Mictecacihuatl - A Deusa da morte


Com a invasão e a imposição do catolicismo pelos espanhóis (processo parecido que os nativos Brasileiros sofreram com os portugueses), este período de visita dos mortos à terra sofreu alterações que perduram até os dias atuais. Por uma mera questão de conveniência, os espanhóis juntaram a celebração dos mortos à outras duas datas importantes para a religião católica: o dia de todos os santos (01/11) e o dia de finados (02/11).


Astecas x Espanhóis


O Día de los muertos moderno


A mudança das datas fez com que a celebração de "Día de los muertos" passasse a ser comemoradas durante o período de 28 de outubro a 2 de novembro. com diversas festas que ocorrem por todo o território mexicano, sendo assim, o evento mais popular da cultura mexicana, reconhecido pela UNESCO em 2008 como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.


Grande parte das celebrações são realizadas dentro dos cemitérios, onde são realizadas verdadeiras festas com direito a banquetes variados ao redor dos túmulos, geralmente contendo os itens que a pessoa homenageada gostava em vida, além de tradicionais doces mexicanos em formato de calavera e bebidas (para que estes pudessem aproveitar novamente os prazeres da vida). É um verdadeiro ritual de celebração da vida da pessoa homenageada.


Apesar das festividades ocorrerem por todo país (e também fora dele), é na Cidade do México onde ocorre a maior concentração de eventos e onde também acontece a grande parada de rua, pessoas de todas as classes sociais e idades participam em um evento totalmente democrático.




DIA DE LOS MUERTOS NO MOOCHACHO

Este ano por conta de toda a situação do COVID-19, estamos impossibilitados de realizar a nossa (já tradicional) festa de "Día de los muertos" na casa, mas mesmo assim a gente deu um jeito de comemorar com vocês.


Nos juntamos com duas parcerias de respeito, com a Cerveza Corona e a artista Nanda Bond, e resolvemos presentear as 50 primeiras pessoas que fizerem um pedido acima de 50 reais* entre os dias 31/out e 01/nov com uma longneck de Corona e um print FINEART edição limitadíssima criado pela artista especialmente para esta data. É pra enquadrar a arte, colocar o limãozito na Corona e cachoalhar o esqueleto.

Não esqueça de seguir o Moochacho nas redes!

  • Facebook
  • Instagram
  • Spotify
  • Twitter